INFORMAÇÃO É FORMAÇÃO

sexta-feira, 16 de março de 2018

Iº DEGRAUS DA VIDA 

Quando o futuro parece estar nas trapaças que cada um pode fazer (...)
FICÇÃO

Por: Bento dos Santos (in: Pensar Social, Exercer Cidadania (II BREVEMENTE)

- Muita lata isto sim. O mau hábito que muitos mais-velhos tem de andarem por ai a dizer que os jovens são os culpados disto e daquilo e mais àquilo, ah, porque no tempo deles era diferente e tal e qué, só revela a inveja que eles tem dos putos.

Agora que os mádies minguaram é a nossa vez de dar o show. Á porque os jovens tem de se formar primeiro, ah, porque o nosso país precisa de muitos engenheiros, á porque temos que ser todos doutores (…) vão lá se lixar!

Vocês já viram como está o vizinho Gonzo?! (…)

Anh! Está tonto. Mais uns dias vai ficar bazeza de tanta frustração. Amarrou-amarrou-amarrou, agora nem salu tem. Está frustrado, para beber uma birra tem de ser pendura! E nem cubico tem!

Mais um dia e a capuca vai ser o B.I dele para o reino do Benfica!

Qual escola qual quê… Bilionários com massa de verdade como Steve Jobs, Sheldon Adelson, Larry Ellison, Li Ka-shing, Paul Allen, o cota Yc Wang entre outros. Mesmo o cota Bill Gates co-fundador da Microsoft, só amarrou um coxito na FAU de Harvard e viu que os book não estavam a dar nada, abandonou aqueles dois mambos, tipos eram cursos de Matemática e Direito ou quê; Mas mesmo sem bukar muito ele ganhou fama de vijú quando apostou no bisno de software. Naquele time em que hardware valia bué, não era como agora em todas quinas bué computer avuvulai tipo moscas.

Anh! Tá pensa quê… nois daqui do gueto também amarramos e sabemos destes mambos, a porque Yes e Not aqui também somos bilingué! Tá brincar ou qué.

Em 2008, a lista da Forbes uma revista que fala dos boss de verdade, já apontava o cota Bill Gates como o terceiro homem mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em cerca de Cinquenta e Oito Bilhões de Dólares Norte Americanos. E atenção… Ele não amarrou nada! Tá pensar que é como estes papóites daqui que tremem, e o kumbú deles só serve para enfeitar o saldo do cartão multicaixa!

Aqueles não! Tás a ver! São cotas de verdade que não tremem no Kumbú. Kitadi é kitadi!

São cotas que não amarraram mas que tem massa de verdade. Não são como esses nossos que o Kumbú deles, só dá para contribuir no óbito. O Kumbú que aqueles cotas tem no banco, você para ler os números tens de fazer um curso para ler os milhares de zeros que tem. Assim tipo o cota Bill Gates que tem na conta dele, Um Trilhão, Bilião, Milhão de Trilhões de Biliões de Quatrilhões de Dólares. Você tenta ainda escrever este número! Vais ficar tonto. Vais meter bué de zeros que até vais acabar às páginas do teu caderno e mesmo assim não vais conseguir (…); tás pensar que é brincadeira! E sabes porquê?! Porque ainda vai faltar espaço para escreveres os milhares de cêntimos dos centavos dos décimos (…) Anh! Riste né!

Mó irmão vó ti dar uma dica! Para ganhar na vida o mambo é mesmo bisno!

A malta vai ali, por exemplo no cubico do kota Padre, ele como está paiar aquele camião dele a quinze paus, a malta aumenta o preço para trinta paus. O camião dele como ainda está fixe, banzelamos o mádie como está distraído, a malta arranja um bazeza como cliente, páia o mambo e já está!

É Kumbú na hora!

Outro bisno… A malta vai naquele terreno que estes mádies do governo provincial meteram a placa porque “Reserva Fundiária” a malta fundi a placa, ocupamos aquele mambo, chamamos bué de mádies para ficarem connosco lhes demos também cada um coxito de terra e eles fazem lá uns bate-chapa, tá ver né aqueles cúbicos de chapa, tipo as barracas da mãe grande, tá ver né… ou mesmo lhes paiamos a preços de banana, quando os mádies das autoridades tentarem vir nos tirar (…) qual quê (…) eles também vão querer fazer parte do bisno, se vacilarem nós temos de dar uma de sermos mais de mil pessoas, depois vamos na rádio, vamos nos jornais, nos filmam na televisão e já está!

Se continuarem a tentar nos tirar, é só nós acionar os mádies dos meios de comunicação social, eles como gostam destas cenas, vão dizer que o governo está a desalojar a população e isto é contra os direitos humanos e outras dicas mais, depois vem a comunidade internacional com a tal dica dos países do bisno da ingerência politica e já está!

É bisno grande mó irmão! Tô a ti falá!

Depois é só paiar o terreno. É bobeira!

Outro bisno!

É só conseguirmos o canal dos mádies dos serviços de emigração e passamos a paiar vistos nos chinocas. É muito cumbu. Assim a malta faz a nossa vida.

Vocês nu andam a ver que os mádies que amarraram bué, depois ficam todos fuscos!

Até às damas que eles cangam são às que nós já dispensamos. E sabes porquê?! Porque o Kumbú é que fala! E nós do bisno é que temos a massa. Todo madié que amarrou bué e tem Kumbú é porque tem um-ponta-de-lança, um madié assim bué vivo como nós.

Agora bué de dica só bem malaike porque tem de estudar, tem de estudar. Estes cotas são caretas. O importante é só saber ler e contar. Principalmente contar os mambos de mais; e o resto é conversa ya.

“Memórias do extracto de uma das inúmeras palestras realizadas diariamente em círculos informais das distintas artérias da cidade de Luanda, pela Associação Nacional dos Bisneiros de Angola”.

Sem comentários: